Governo do RS chama 1.804 servidores aposentados e egressos das Forças Armadas para reforçar a segurança

Agentes vão atuar no estado de forma temporária e podem ficar até quatro anos. De acordo com a SSP, eles devem começar a desempenhar as atividades no início do segundo semestre deste ano.

O governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, autorizou nesta segunda-feira (11) a convocação de 730 servidores aposentados e 1.074 egressos das Forças Armadas. Os 1.804 agentes atuarão na Segurança Pública do estado de forma temporária por dois anos, com a possibilidade de uma única prorrogação por mais dois anos.

Nesta segunda-feira (11), as instituições deram início aos procedimentos para a seleção dos novos servidores. De acordo com a assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública, eles devem começar a desempenhar as atividades no início do segundo semestre.

Dos servidores aposentados, 80 vão para a Polícia Civil, 400 para a Brigada Militar (BM), 150 para a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), 50 para o Instituto Geral de Perícias (IGP) e 50 para o Corpo de Bombeiros Militar (CBM).

Entre os temporários, 800 serão destinados à Brigada Militar, 100 ao Corpo de Bombeiros Militar e 174 para as áreas de saúde da BM.

Os servidores vão poder desenvolver atividades de guarda externa de estabelecimentos prisionais, policiamento comunitário, guarda de prédios do Executivo, acompanhamento de videomonitoramento, ações de ensino e treinamento, operações especializadas, atendimento ao público, auxilio em atividades internas e administrativas e condução de veículos oficiais.

FONTE: G1

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*