Operação do Exército fiscaliza produção e comércio de explosivos em todo o Brasil

Ação envolve cerca de mil profissionais, segundo Forças Armadas. Operação vai até sexta-feira (27).

O Exército começou, na manhã desta terça-feira (24), uma operação para intensificar as atividades de fiscalização de explosivos – tais como dinamites, estopins, espoletas pirotécnicas e cordeis detonantes. Os trabalhos serão realizados em todo o país e vão continuar até sexta-feira (27).

A ação é coordenada pela Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados (DFPC) e contará com suporte dos órgãos de segurança pública federais, estaduais e municipais de cada região. A operação envolve cerca de mil profissionais, segundo o Exército.

A meta da operação, batizada de Rastilho IV, é promover “intensificação da fiscalização e controle da produção, armazenamento, comercialização, transporte, bem como da utilização de explosivos e produtos correlatos, promovendo a dissuasão de criminosos que utilizam explosivos para práticas ilícitas”, de acordo com as Forças Armadas.

Apreensão de 17 toneladas

Em março de 2017, o Exército coordenou a operação Rastilho III, com os mesmos objetivos da lançada nesta terça. A fiscalização ocorreu nos estados da Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins, além do Distrito Federal.

Naquela ação, foram apreendidas cerca de 17 toneladas de explosivos. Os principais problemas foram relacionados à documentação, ao transporte e ao armazenamento inadequado dos produtos. s equipes de fiscalização.

FONTE: G1

1 Comentário em Operação do Exército fiscaliza produção e comércio de explosivos em todo o Brasil

  1. agora não adianta que não falta explosão de agência bancária pelo Brasil com explosivos roubados de empresas de caminhões de entrega sem escolta. Enganação de sempre.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*