Marinha apreende 46 embarcações durante a Operação Verão

Ações ocorreram entre os dias 22 de dezembro de 2017 e 19 de fevereiro.

Marinha do Brasil, por intermédio da Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP), apreendeu 46 embarcações e emitiu 334 notificações a donos de barcos durante a Operação Verão, realizada entre os dias 22 de dezembro de 2017 e 19 de fevereiro de 2018. A Capitania dos Portos divulgou os dados nesta terça-feira (27).

De acordo com a Marinha, 130 militares, 10 embarcações e 10 viaturas da Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP) e da Delegacia da Capitania dos Portos em São Sebastião (DelSSebastião) participaram da Operação.

A fiscalização foi intensificada em áreas de maior concentração de embarcações no litoral de São Paulo, represas e rios navegáveis de São Paulo e Minas Gerais. O objetivo foi minimizar as ocorrências de acidentes, por meio de ações de inspeção naval, verificando as condições gerais das embarcações, a habilitação dos condutores e da tripulação, o seu material de salvatagem e o eventual excesso de lotação, entre outros aspectos.

Ao todo, foram abordadas 4.059 embarcações de esporte e recreio e transporte de passageiros. As abordagens resultaram em 334 notificações e 46 embarcações foram apreendidas.

A utilização do etilômetro permitiu minimizar a possibilidade de acidentes com usuários de embarcações, coibindo a utilização de bebidas alcoólicas por condutores. As demais infrações, consideradas menos graves, foram pela falta de identificação visual na embarcação, equipamentos de salvatagem incompletos, falta de habilitação do condutor da embarcação e outras em desacordo com a legislação vigente.

Durante a Operação Verão, também foram realizadas palestras de prevenção da poluição hídrica em marinas, iates clubes, colônias de pesca e outros locais de concentração de pessoal relacionado às atividades náuticas. A Campanha “Travessia Segura” ocorreu entre os dias 15 e 31 de janeiro com foco nas embarcações de passageiros e turismo náutico, conscientizando condutores e usuários.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*