Su-57 russo vs J-20 chinês: qual dos dois é o melhor caça de 5ª geração?

A Força Aérea chinesa acaba de adotar o novo caça de quinta geração J-20, segundo a Televisão Central da China. No entanto, o especialista em aviação Vladimir Karnozov afirmou ao canal Zvezda que este não é o primeiro anúncio deste tipo e que se trata apenas de testes.

“O mais provável é que mais um exemplar do caça tenha sido transferido para realizar testes operacionais. Mas isso não significa que o avião tenha sido posto em serviço. Esta aeronave não é ainda produzida em massa”, disse o analista ao canal Zvezda.

Segundo Karnozov, o J-20 é mesmo um avião de quinta geração que se destaca por carregar mísseis em compartimentos internos, ser capaz de realizar voos de longa distância a uma velocidade supersônica sem pós-combustão e dispor de sistemas radioeletrônicos mais avançados.

Comparando o J-20 chinês com o Su-57 russo, o especialista sublinhou que só teoricamente é possível saber qual dos dois caças é melhor.

“Na aeronave russa se presta muita atenção à alta manobrabilidade, enquanto os chineses se focam em regimes supersônicos, no combate contra a aviação inimiga a altas velocidades e altitudes”, comentou.

Com o desenvolvimento dos sistemas de supressão de sinais radioeletrônicos, é provável que as armas de combate à distância não alcancem o inimigo por várias razões, fazendo com que os pilotos sejam envolvidos em combate de proximidade, sublinhou o analista.

Em geral, as tecnologias russas em alguns aspetos são ainda superiores às chinesas. Isso prova o fato de a China adquirir caças russos Su-35.”Isto é, se eles tivessem as tecnologias adequadas, não estariam comprando nossos aviões de geração 4+”, argumentou o especialista.

Segundo Karnozov, a Rússia também tem uma boa posição na área de equipamentos radioeletrônicos. As tecnologias utilizadas nos caças Su-35 e Su-57 estão entre as mais avançadas. Além disso, a Rússia mostra superioridade em alguns pontos quanto a mísseis e motores.

“A China continua comprando nossos motores para seus caças de quarta geração. O mais provável é que os primeiros modelos do J-20 utilizem motores russos ou suas cópias locais”, concluiu Karnozov.

O primeiro avião russo de quinta geração, Su-57, desenvolvido com uso de tecnologias furtivas, começou recentemente os testes com novas armas e novo motor.

FONTE: Sputnik

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*