Jane’s: Marinha do Brasil vai modernizar apenas 3 fragatas

O Jane’s noticiou que a Marinha do Brasil modernizará os sistemas de gerenciamento de combate (CMSs) em apenas três fragatas da classe Niterói, em vez de seis como planejado anteriormente, segundo uma fonte da indústria.

A empresa local privada Consub Defesa e Tecnologia recebeu um contrato para atualizar o sistema SICONTA Mk II para o SICONTA Mk II Mod 1 padrão como parte do Projeto ‘Fênix’ em dezembro de 2013.

Esse contrato deverá ser alterado para atender à mudança . O SICONTA MKII foi desenvolvido pelo Instituto de Pesquisas da Marinha do Brasil (IPqM).

Um sistema de gerenciamento de combate brasileiro
O primeiro SICONTA foi instalado em outubro de 1993 no Navio-Aeródromo Ligeiro (NAeL) Minas Gerais, durante o PMM – Período de Manutenção e Modernização, que incluiu a instalação do Sistema de Controle de Dados Táticos Navais – SICONTA Mk 1, desenvolvido no Brasil, e com capacidade de enlace de dados com as unidades de escolta. O SICONTA do Minas tinha sete consoles de operações.

O SICONTA Mk II aperfeiçoado foi desenvolvido para substituir o CAAIS 400 das fragatas classe Niterói no programa MODFRAG, o SICONTA Mk III foi instalado na corveta Barroso e o SICONTA Mk IV no Navio-Aeródromo São Paulo.

FONTE: Poder Naval

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*