Marinha do Brasil realiza intercâmbio de Desminagem Humanitária com a Armada Nacional da Colômbia

Dois Oficiais da Marinha do Brasil completaram, em 05 de julho, o primeiro período de 6 meses, de um total de 2 anos, do Intercâmbio junto à Armada Nacional da Colômbia, como instrutores de Desminagem Humanitária.
No contexto dos diversos acordos de paz firmados entre o governo colombiano e os grupos à margem da lei daquele país (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia – FARC, por ex.), tal intercâmbio tem enfoque relacionado à Desminagem Humanitária e Desativação de Artefatos Explosivos, os quais foram largamente utilizados por ocasião do conflito interno enfrentado por aquele país. A Marinha do Brasil, capitaneada pelo Batalhão de Engenharia de Fuzileiros Navais, acumulou larga experiência no assunto, seja em missões internacionais, como, por exemplo, Angola, Peru, Equador, Nicarágua, seja na participação em grandes eventos internos, como na Rio +20, na Jornada Mundial da Juventude, na Copa do Mundo e nos Jogos Olímpicos Rio 2016.
A missão vem sendo desenvolvida junto à Base de Entrenamiento de La Infanteria de Marina (BEIM), particularmente ao Centro Internacional de Entrenamiento Anfibio (CIEAN), na cidade de Coveñas – Sucre, pelos CC(FN) Bruno Tiago Silva dos Santos e CC(FN) Fernando de Paula Lima, os quais permanecerão na missão até janeiro de 2019, desenvolvendo atividades nos temas de Desminagem Humanitária e Desativação de Artefatos Explosivos, e secundariamente, relacionadas às Operações Anfíbias e de Paz.
No Intercâmbio de Desminagem Humanitária são executados treinamentos, demonstrações, formação, instrução, supervisão, assessoramento técnico e avaliação operacional, teóricas e práticas em campo, capacitando Infantes de Marina Colombianos nas funções de Desminadores, Líderes e Supervisores de Desminagem Humanitária. Paralelamente, vem sendo planejada a futura certificação dos experts em Desativação de Artefatos Explosivos, de acordo com a Documentação Internacional reconhecida pelas Nações Unidas.
FONTE: Marinha

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*