Mais de 15 mil armas que estavam no Fórum são destruídas pelo Exército em MT

Em 2017, a Coordenadoria Militar recolheu 10.395 armas e 30.692 munições e em 2018, 4.831 armas e 14.594 munições.

Nos dois anos em que o desembargador Rui Ramos ficou a frente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), 15.226 armas e 45.286 munições foram apreendidos e entregues ao Exército para que fossem destruídos.

Em 2017, a Coordenadoria Militar recolheu 10.395 armas e 30.692 munições e em 2018, 4.831 armas e 14.594 munições.

Depois que as armas são recolhidas elas são encaminhadas para o Exército Brasileiro para que a destruição seja feita.

Porém, um Decreto Federal nº 8.938/2016 permite a doação das armas apreendidas para que sejam utilizadas pela polícia no exercício de suas atividades, bem como das forças armadas.

Conforme o coronel Rhaygino Setúbal, coordenador militar do TJMT, só neste ano já foram feitos 30 pedidos de doação de armas, porém apenas quatro pistolas e dois fuzis foram doados.

FONTE: G1