Operação do Exército fiscaliza explosivos de pedreiras e mineradoras da Paraíba

Ação em 12 empresas paraibanas ocorre um dia após criminosos usarem explosivos para libertar quase 100 presos do presídio PB1.

Doze pedreiras e mineradoras da Paraíba são alvo de uma operação de fiscalização deflagrada pelo Exército Brasileiro nesta terça-feira (11) em quatro estados nordestinos. De acordo com informações das forças armadas, a Operação Dínamo VI, tem o objetivo de combater desvios de explosivos que poderiam ser utilizados para colocar em risco a segurança da população.

A operação ocorre um dia depois de criminosos utilizarem explosivos para explodir o portão de entrada do complexo penitenciário PB1, em Jacarapé, em João Pessoa, resultando na fuga de quase 100 presidiários, considerada a maior fuga em massa de um presídio na Paraíba nos últimos oito anos.

De acordo com o Exército, a fiscalização acontece por meio da vistoria da documentação de controle de explosivos, as condições dos depósitos e o armazenamento dos Produtos Controlados pelo Exército.

A ação conta com militares do Exército, Polícia Militar, Polícia Civil, Bombeiro Militar e Receita Estadual, Ibama e Departamento Nacional de Produção Mineral fiscalizam todas as empresas do segmento no estado.

“As ações impactam diretamente a segurança pública nacional, uma vez que contribuem, significativamente, para a redução da violência com explosivos e, consequentemente, para a melhoria da sensação de segurança”, explica a nota do Exército.

FONTE: G1

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*