Plano de Bolsonaro encontra resistência nas Forças Armadas

Promessa do candidato de povoar metade de seu ministério com militares cai muito mal

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ)
O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ)

Um dia após ser oficializado candidato à Presidência, o deputado Jair Bolsonaro (PSL) levou sua campanha ao Clube da Aeronáutica. Lá chegando, o candidato ouviu a mensagem que circula há meses entre militares de alta patente.

“Mostre à sociedade que não é difícil compor um quadro administrativo com civis gabaritados”, sugeriu o ex-comandante da Aeronáutica tenente-brigadeiro Carlos de Almeida Baptista.

Na cúpula das Forças Armadas, a promessa do candidato de povoar metade de seu ministério com militares cai muito mal. A razão é o instinto de autopreservação da tropa: ao posicionar generais, almirantes e brigadeiros na vitrine principal de seu eventual governo, Bolsonaro terminaria transformando a tropa em vidraça.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*