Soldado do Exército é preso suspeito de matar tio na RMC; tia se fingiu de morta para escapar

Crime aconteceu na noite desta quinta-feira na Lapa

Um soldado do Exército, de 20 anos, foi preso suspeito de matar a tiros o tio, de 41, na cidade da Lapa, região metropolitana de Curitiba. De acordo com a Polícia Civil, o crime aconteceu na noite desta quinta-feira (12) e a esposa da vítima chegou a se fingir de morta para evitar que também acabasse morta.

Em entrevista à Banda B, o delegado Vinícius Augusto de Carvalho explicou que a polícia chegou até o suspeito após a tia conseguir sair da residência e pedir ajuda gritando o nome do soldado. “Como a porta não estava arrombada e ele morou no local um tempo, aliado ao fato apontado pela tia, a prisão foi realizada em flagrante. Uma motivação ainda não está clara, mas acreditamos que o alvo era o tio. A tia, ele atingiu no quarto com objetivo de evitar testemunho”, explicou.

A vítima fatal foi atingida com dois tiros na cabeça e morreu sentado no sofá. Já a tia foi atingida de raspão no pescoço e não corre risco de morte.
Com as informações, a prisão do jovem de 20 anos foi realizada no Quartel do Exército da Lapa. Em depoimento, ele nega a versão da tia e mais testemunhas à polícia, mas o delegado suspeitou também de sua ansiedade exacerbada no depoimento.

“Como fui até o local e percebi a dinâmica do crime, percebi uma mancha na calça do suspeito, que pode ser de sangue. Ele alega que se trata de verniz, então a peça de roupa foi recolhida para perícia”, concluiu o delegado.

A Delegacia da Lapa agora tem dez dias para a conclusão do inquérito e encaminhamento ao Poder Judiciário. Como o suspeito é militar, possui prerrogativa para ficar detido na corporação que integra.

O corpo do tio foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). A tia está internada no pronto-socorro e ainda deve ser ouvida na delegacia para mais esclarecimentos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*