Soldado da Marinha é preso após médico ser atropelado em avenida de Manaus

Exame constatou que o militar tinha consumido álcool antes de dirigir. Médico teve fraturas.

Marinha
Marinha

Um soldado da Marinha, de 25 anos, foi preso depois do carro que dirigia colidir em outro veículo, e atropelar um médico oftalmologista que parou no local após um pneu furar. A colisão ocorreu na noite de sábado (30), na Avenida Santos Dumont, no bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus.

De acordo com a polícia, um exame constatou que o militar da Marinha tinha consumido álcool. A vítima, que teve fraturas, chegou a se jogar em um barranco para tentar se salvar.

O acidente ocorreu no trecho entre Viaduto 28 de Março e o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, sentido Centro/bairro.

Por volta das 22h, o médico oftalmologista Dennis Marcelo de Souza Ramos, de 44 anos, aguardava auxílio para consertar um dos pneus do carro, modelo Corolla, que havia furado quando seguia para deixar esposa e filha no aeroporto.

“Eu [esposa] peguei carona para ir ao aeroporto e meu marido ficou lá para esperar uma pessoa que ia nos socorrer. Ele ficou com pisca-alerta ligado e colocou o triângulo. Quando estava fechando o porta-malas, o outro veículo veio em alta velocidade e tentou ultrapassar um carro pela direita, batendo em nosso carro. Meu marido tentou se jogar, mas o carro ainda bateu nele. Foi quando quebrou a perna e caiu no barranco ao lado da pista. Se ele não tivesse se jogado teria sido esmagado entre os dois carros”, disse esposa do médico, a deputada estadual Alessandra Campelo.

O médico sofreu fratura dos ossos tíbia e fíbula da perna esquerda, além de machucar o cotovelo esquerdo e sofrer lesão uma superficial no rosto. O oftalmologista ficou consciente e pediu socorro da esposa.

“Eu voltei do aeroporto e quando cheguei lá estava caído. Parou uma viatura da PM e os policiais acionaram o Samu”, relatou a esposa.

O médico foi levado para hospital privado no Parque das Laranjeiras. Ele será submetido, neste domingo (1º), a uma cirurgia para reparar lesões nos ossos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*